sindjus - ma

Quarta-feira, 01 de outubro de 2014
Notícias
tamanho fonte 12fonte 14fonte 16

Data da publicação: 28 de dezembro de 2011


Tribunal de Justiça de Minas Gerais abre concurso para cadastro de reserva
Tribunal de Justiça de Minas Gerais abre concurso para cadastro de reserva

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) abriu edital para realização de novo concurso público para formação de cadastro reserva para a 2ª Instância.

 

As inscrições poderão ser feitas apenas pela internet, de 15 de fevereiro a 15 de março de 2012, no site da Fumarc: www.fumarc.com.br. Para os cargos de nível superior, o valor das inscrições é de R$ 70; para os de nível médio, R$ 50. As provas serão realizadas em Belo Horizonte, no dia 15 de abril de 2012.

 

A abertura do edital vem ao encontro das lutas travadas pelo SINJUS-MG ao longo do ano contra a precarização da mão-de-obra no Tribunal e da campanha “Concurso Já”, realizadas pelo SINJUS-MG diante do vencimento do último certame, em 06/10/2011.

 

O concurso público é a maneira legítima que o TJMG tem de evitar o aumento da terceirização e estagiariazação (pauta de reivindicação da nossa recente greve) em atividades fim, ou seja, aquelas que podem e devem ser realizadas pelos servidores efetivos.

 

O SINJUS-MG continuará fiscalizando a realizando desse e de outros concursos, sempre vigilante à necessidade de luta pela defesa dos servidores públicos da Casa da Justiça.

 

O concurso irá formar cadastro reserva para várias especialidades em cargos de nível superior (administrador de banco de dados, administrador de rede, analista de recursos humanos, analista de sistemas, arquiteto, assistente social, bibliotecário, cirurgião dentista, contador, enfermeiro, engenheiro civil, engenheiro eletricista, engenheiro mecânico, jornalista, relações públicas, técnico judiciário e médico) e nível médio (assistente técnico de controle financeiro, assistente técnico de sistemas, desenhista/projetista e oficial judiciário).

 

Para os cargos de nível superior, o salário inicial é de R$ 3.322,39; para os cargos de nível médio, R$ 2.057,67. Em ambos os casos, a jornada é de 30 horas semanais, à exceção dos cargos que têm regulamentação em legislação específica.

 

A íntegra do edital do concurso, publicado na edição de 15 de dezembro do Diário do Judiciário, pode ser vista aqui.


Fonte: www.sinjus.com.br

3 comentários para a notícia Tribunal de Justiça de Minas Gerais abre concurso para cadastro de reserva

29/12/2011

Valberto:

Eu concordo plenamente com meus companheiros, más preciso nos unirmos e o nosso sindicado tem bater nessa tecla.Não podemos nos calar!!!

Moderador:

O Sindjus sempre lutou, luta e continuará lutando em prol dos interesses dos servidores da Justiça do Maranhão. Grato pela participação. Feliz Ano Novo. Abraço. Fredson Sousa

29/12/2011

TRINDADE:

Você está coberto de razão Sr. Ribamar, apartir do momento que nos colocarem para servir café o Tribunal sentirá o prejuízo causado no serviços administrativos. Tudo bem que aprendemos muito trabalhando na parte administrativa, mas com essa diferença de vencimentos, não dar para trabalhar pelos outros que pensam que iremos baixar o seu nível.Vamos juntos companheiros auxiliares em mais uma luta. FELIZ 2012 para todos!!!!!!

Moderador:

Registro feito. Grato pela participação. Feliz Ano Novo. Abraço. Fredson Sousa

28/12/2011

RIBAMAR PACHECO, - PINHEIRO/MA:

pelo que podemos observar na própria notícia, já não existe mais cargos de nível fundamental no tjmg, isso é uma antiga, e bota antiga nisso, busca dos auxiliares maranhenses, todo ano é a mesma coisa, é feito um murmurinho para tentar elevar o nível, e nada acontece, parece que é apenas para nos aliviar desse anseio, tá mais do que na hora de unirmos para alcançarmos isso, para que não fique só nos discursos, deixemos os que não concordam de lado, pois para alguns, elevar o nível do auxiliar, é baixar o deles, então, vamos pensar nisso auxiliares, somos muitos, e talves o cargo mais numeroso, isso é conveniente para o tjma, já que não há diferença de atribuições, vamos pedir que estabeleçam atribuições exatas aos cargos, se nos colocarem para servir café, tudo bem, vamos servir café, mais não faremos mais serviços administrativos, só assim vão saber o quanto nos fazemos falta, vamos pedir ao sindicato que não desista novamente disso, isso é tão importante como as outras demandas, alguns podem dizer que nunca desistiram, na teoria, e na prática?, não dá mais para trabalhar de graça para o tj.

Moderador:

Registro feito. Grato pela participação. Abraço. Fredson Sousa

Comente esta notícia



imprimir Outros Enviar para um amigo
Últimas Notícias